Será que gato gosta de passear?

Atualizado: 6 de Set de 2019

O Brasil tem a segunda maior população de pets do mundo, sendo mais de 22 milhões de felinos e 52 milhões de cachorros, segundo pesquisa do IBGE e Abinpet.



Quando falamos em ter um animal de estimação, logo pensamos nos cães. No entanto, diversas pesquisas apontam que cada vez mais os felinos têm ocupado o coração dos humanos e considerados como um pet. A população de gatos está crescendo mais rápido do que a de cachorros e, em alguns países da Europa, já são maioria.


Entre cães e gatos existem muitas diferenças e semelhanças, como mostra a matéria publicada na Revista Veterinária:


- Os felinos selvagens estão presentes no mundo em um número muito maior do que caninos selvagens.

- Os caninos apresentam uma diversidade maior de raças, devido aos diversos cruzamentos para obter qualidades específicas.

- O gato tem hábitos mais noturnos e são mais independentes. O cão prefere o ambiente familiar e pertencer à um grupo, sendo mais submisso.


Infográfico semelhanças e diferenças cães e gatos

Mas apesar das diferenças, os dois têm muitas semelhanças importantes:


- Ambos são predadores naturais e domesticados pelo homem.

- Gatos e cachorros têm a necessidade básica de passear e explorar novos ambientes, aguçar os sentidos, relaxar e desestressar.


E nós descobrimos isso na prática. Como? Ao adotarmos uma gatinha. Sempre que falávamos sobre adotar um pet, pensávamos em um cachorro. Mas no meio do caminho vimos um post no Facebook sobre uma filhotinha linda que apareceu na casa de amigos, vinda da rua. Foi amor à primeira vista. Gato ou cachorro, a ideia do pet passear com a gente continuou.



Compramos o primeiro peitoral, tamanho PP, e lá fomos nós com ela ao veterinário. E depois ao parque, num café, até no escritório. Contamos um pouco mais da nossa história com a Lizzie aqui no site.


No final das contas, descobrimos que muitos donos de felinos já passeavam com seus gatinhos por aí, inclusive levam o pet em viagens. De peitoral e guia, junto com os tutores e em segurança, gato pode passear sim. Tudo é uma questão de observar a personalidade do felino, claro. Alguns realmente não conseguem se adaptar à ambientes externos e preferem mesmo ficar de boa dentro de casa. Já aqueles mais tranquilos e extrovertidos, por que não?


E aí, vocês conhecem algum amigo que leva o gatinho para passear? Vocês são tutores de felinos e já pensaram em passear com eles? Compartilhem a experiência de vocês com a gente aqui nos comentários.



Assine a nossa newsletter e fique sabendo sempre que postarmos novidades aqui no Blog da Pet in a Bag.



29 visualizações

© 2017 by Pet in a Bag. Contato: atendimento.petinabag@gmail.com